O projeto de lei já foi aprovado no Senado e agora segue para ser debatido na Câmara dos Deputados. Segundo a proposta, a licença-maternidade passaria a ser de 6 meses. O repórter Henrique Carmo informa.